Futebol: a grande temporada do jogador Teemu Pukki

Os torcedores do Norwich City Football Club e da seleção finlandesa têm algo – e alguém – para cantarem a respeito.

ler artigo

Ele tem sua própria música e na primavera de 2020, pode ter certeza de que bebês nascidos no condado inglês de Norfolk serão batizados com seu nome.

Se não houver jogo no dia 6 de dezembro (dia da independência da Finlândia), ele poderá ser encontrado junto a celebridades e dignitários que formam a fila para cumprimentar o casal presidencial na Gala do Dia da Independência, em Helsinque.

O futebol finlandês tem um novo herói. Seu nome é Teemu Pukki.

Futebol rentável

O finlandês Teemu Pukki coloca um goleiro passa Christian Walton, do Wigan Athletic, durante um jogo em abril de 2019.Foto: Carl Recine / Reuters / Lehtikuva

Seu sobrenome significa “bode” em sua língua nativa. Mas não há nada que lembre o animal quando o assunto é sua atuação no clube Norwich City, vencedor do campeonato de segunda linha “Sky Bet English Championship”. Teemu Pukki marcou 29 gols na temporada 2018-19.

O Norwich selou o Campeonato antes mesmo do último jogo da série, confirmando assim a promoção automática para a Primeira Liga (Premier League). Na temporada de 2019-2020, Pukki, o grande jogador da temporada de Norwich City, do campeonato de 2018-19, e o jogador do ano da Federação Finlandesa de Futebol 2018-19, jogará contra estrelas conhecidas como Mo Salah do Liverpool, Sergio Aguero do Manchester City e Harry Kane do Tottenham.

Norwich City, o time sortudo. Artilheiros como Pukki, capazes de acertar o gol semana após semana, geralmente têm um preço alto, raramente custam menos que dezenas de milhões de euros. Pukki não custou nada. A sua transferência do clube dinamarquês Brøndby, onde marcou 55 gols ao longo de um período de quatro anos, foi uma transferência gratuita de fim de contrato, após passagens pelo Sevilha da Espanha; HJK da própria Helsinque; Schalke 04 na Alemanha; e Glasgow Celtic na Escócia.

É justo dizer que ele não incendiou o mundo em nenhum desses clubes, então seu sucesso fenomenal em Norwich foi um pouco surpreendente. Com um gol para cada um de seus 29 anos, ele bateu o recorde de gols marcados em jogos da Liga em uma temporada, definida por Grant Holt em 2010.

Hora certa, lugar certo

Jogando pela seleção finlandesa em uma partida das eliminatórias para a Euro 2020, Teemu Pukki (esquerda) passa por Gagik Daghbashyan, da Armênia.Foto: Markku Ulander / Lehtikuva

Esta destreza aguçada na frente do gol coincidiu felizmente com a recuperação da sorte da seleção finlandesa, que vem enfraquecendo desde a “era de ouro” de estrelas como Jari Litmanen e Sami Hyypiä.

Mesmo assim, a contagem de 18 gols de Pukki em 74 aparições (no momento em que escrevo esse artigo, no verão de 2019) ao longo da década, desde a sua estreia em 2009, é modesta. Agora, a Finlândia espera que Pukki possa repetir seu sucesso com o Norwich  na seleção finlandesa para conseguir a qualificação para o Euro 2020. Pela primeira vez, o torneio acontecerá em 12 cidades diferentes, em 12 países diferentes da Europa, desde Baku, no Azerbaijão até para Dublin, na Irlanda.

Hora certa, lugar certo, jogador certo: isso é quase um mantra dos torcedores do Norwich quando solicitados a explicar o sucesso de Pukki. A aquisição finlandesa deles se adaptou rapidamente ao ritmo de jogo da equipe, dirigido pelo técnico alemão Daniel Farke.

Pukki pegou os torcedores de surpresa. “As pessoas que afirmam ter conhecido Teemu Pukki antes dele se juntar ao Norwich ou são muito boas em seus conhecimentos de futebol, ou estão simplesmente contando ‘historinha para boi dormir’”, escreveu Jamie Woodhouse no site de torcedores Football365, em novembro de 2018. A maioria dos leitores concorda com ele.

Próxima parada: Primeira Liga

No estádio Carrow Road, em Norwich, Teemu Pukki (centro, segurando bandeira finlandesa) e torcedores celebram a promoção do clube para a Primeira Liga (Premiere League).Foto: Adam Holt / Reuters / Lehtikuva

Os Canários (Canaries), apelido do clube que deriva da reputação histórica de Norwich na criação desta espécie de ave, que aparece no emblema amarelo e verde do time – foi fundado em 1905 e promovido pela última vez à Primeira Liga em 2015. Eles foram rebaixados novamente no ano seguinte.

O conselho do clube é famoso por ser de propriedade conjunta  da famosa chef Delia Smith e seu marido. Ela é famosa por pegar o microfone do estádio e pedir que os torcedores façam mais barulho. Seu apoio feroz continuará na nova temporada que começa em agosto, sendo a  Primeira Liga amplamente reconhecida como uma das mais difíceis, se não a mais difícil do mundo.

Em 2018-19, Pukki fez mais do que ninguém para conquistar o canto dos torcedores no Carrow Road, o estádio de Norwich. As palavras do que a mídia finlandesa chamou de “canção de Teemu Pukki” não são muito difíceis de aprender.

Você pode tentar em casa: “Teemu Pukki baby, Teemu Pukki ohhh,” na melodia de um hit da banda The Human League, chamado “Don’t you want me”.

Por Tim Bird, agosto de 2019