Finlândia: Prêmio Internacional de Igualdade de Gênero tem um vencedor

A Finlândia concede o prêmio inaugural Internacional de Igualdade de Gênero a um distinto defensor e construtor da igualdade. Trata-se do primeiro prêmio de alto nível desse tipo no mundo.

ler artigo

Lançado pelo Gabinete do Primeiro Ministro, o prêmio honra o trabalho no campo da igualdade de gênero e será destinado a indivíduos que sirvam como exemplo no avanço desta questão. O prêmio será anual.

O principal objetivo do Prêmio Internacional de Igualdade de Gênero é criar uma maior promoção deste assunto em todo o mundo. Para alcançar esse objetivo, ele será dado a “um distinto defensor e construtor de igualdade”, conforme dizem os organizadores.

O dinheiro do prêmio não é dado ao vencedor (150.000 euros em 2017). Em vez disso, a pessoa identifica uma questão ou uma ação que avance a igualdade e o dinheiro é destinado a essa causa. Os organizadores acreditam que a escolha do vencedor do prêmio e as ações dessa pessoa, servirão de exemplo para mostrar como os investimentos em igualdade apoiam todas as sociedades. Angela Merkel, chanceler da Alemanha desde 2005, será a primeira pessoa a receber o Prêmio Internacional de Igualdade de Gênero. Atualizado pelo Editor, 6 de março de 2018: Merkel decidiu doar o montante para uma organização não-governamental no Níger, chamada SOS Femmes et Enfants Victimes de Violence Familiale (SOS Mulheres e Crianças Vítimas de Violência Doméstica, conhecida pela abreviatura em francês SOS FEVVF).

Um papel forte na sociedade

A chanceler alemã Angela Merkel, um modelo para inúmeras mulheres e meninas, acena para o público em um congresso do partido.Foto: Tobias Schwarz/AFP/Lehtikuva

A criação do prêmio enfatiza o papel já de destaque da Finlândia como líder em questões de igualdade de gênero, um valor que data de antes mesmo de a Finlândia se tornar uma nação independente. Em 1906, este tornou-se o primeiro país do mundo a conceder direitos civis a todas as mulheres, aprovando uma lei que permitiu que elas pudessem votar e concorrer a eleições. (a Finlândia tornou-se independente em 1917)

É apropriado que, uma vez que a Finlândia foi o primeiro país a conceder todos os direitos políticos às mulheres, o Prêmio Internacional da Igualdade de Gênero vá para Merkel, uma mulher que fez sua carreira nos mais altos níveis da política internacional e que é proeminente na formação do mundo em que vivemos, encontrando soluções para desafios globais.

Tornou-se uma das pessoas mais influentes do mundo e representa um modelo para inúmeras mulheres e meninas, atravessando o “teto de vidro”. Ao servir como chanceler, Merkel colocou a igualdade de gênero na agenda dos líderes mundiais, trabalhou para melhorar a situação das mulheres e das famílias e para defender a dignidade  e os direitos humanos.

O Prêmio Internacional de Igualdade de Gênero contém uma noção de solidariedade incorporada: promove o objetivo de criar e sustentar plataformas para abordar questões de igualdade de gênero, a partir de diferentes perspectivas em todo o mundo. Estudos mostram que os países onde as mulheres têm papéis fortes na sociedade, na vida profissional e na tomada de decisões são os mais sustentáveis financeiramente, social e ecologicamente.

O prêmio foi inaugurado em 2017, em 8 de março, no Dia Internacional da Mulher. Nos meses seguintes, um formulário online permitiu que pessoas em qualquer lugar do mundo propusessem  indicados; cerca de 400 nomes foram enviados. Um comitê de seleção fez as considerações e escolheu um vencedor dentre os recomendados.

Pela equipe do ThisisFINLAND , 14 de dezembro de 2017

Veja também no thisisFINLAND

Leia mais

Merkel ganha prêmio em dinheiro na Finlândia e escolhe grupo no Níger como recipiente

Finlândia concede Prêmio Internacional de Igualdade de Gênero, o primeiro nesta categoria com status de alto nível no mundo. O pêmio é concedido a alguém que tenha contribuído para a evolução da igualdade de gêneros. Ao invés de receber o dinheiro do prêmio, o vencedor ou vencedora escolhe uma causa como recipiente desta importante contribuição.

Links