As criaturas míticas da Finlândia ainda estão à espreita

Alguma vez você já se perguntou quais criaturas míticas pode ser que existam nas vastas florestas e lagos da Finlândia? Consulte o nosso roteiro guia.

ler artigo

Cada país tem a sua própria mitologia com um elenco específico de criaturas estranhas, monstros e lendárias figuras humanas. A Finlândia não é exceção e suas criaturas míticas permaneceram como parte intrínseca do folclore finlandês até a rápida urbanização do país durante o século 20.

Muitas personagens das fábulas finlandesas aparecem nos poemas rúnicos do Kalevala – o poema épico do folclore nacional compilado no século 19 por Elias Lönnrot. As crianças finlandesas ainda hoje conhecem bem as versões “politicamente corretas” de tais personagens conforme apresentadas em livros infantis modernos e em programas de TV. Nos velhos tempos, muitas dessas criaturas potencialmente perigosas foram muito úteis para os pais de crianças superagitadas! Mais recentemente, a escritora Johanna Sinisalo ganhou o cobiçado Prêmio Finlândia no ano de 2000 com um livro sobre um “troll” (gigante ou anão do folclore escandinavo), publicado nos EUA com o título Troll: A Love Story e no Reino Unido como Not before Sundown.

Agora, vamos conhecer as criaturas míticas, muitas vezes intraduzíveis, cuja existência ainda não chegou a ser refutada. Notoriamente, elas não gostam de aparecer para as câmeras e, além disso, nossos fotógrafos também têm receio de assumir esta tarefa (embora se recusem a admitir isto). Então, fornecemos ilustrações em vez de fotos reais. Talvez este nosso roteiro guia inspirará você a partir em uma expedição para localizar as criaturas – procure-as com bastante cuidado.

Peikko

2996-peikko_550x500-jpg

Aparência: Varia em tamanho, do pequeno ao gigante. Peludo, com nariz e orelhas grandes.

Habitat: Florestas escuras e cumes rochosos

Comportamento: Lento, estúpido e preguiçoso. Pode transformar-se em aspectos das paisagens rochosas por longos períodos, até mesmo por séculos. Alguns indivíduos são agressivos e podem sequestrar crianças que se afastam muito longe de casa. As crianças atualmente têm medo do Hammaspeikko invisível, o qual secretamente faz buracos nos seus dentes. Outra subespécie invisível, o Känkkäränkkä, ainda, às vezes, faz as crianças brigarem, ficarem de mau humor ou fazerem outras coisas que desagradam a seus pais.

Aparentados em outras mitologias: trolls escandinavos, gigantes, duendes

Iku-Turso ou Tursas

2996-iku-turso_550x500-jpg

Aparência: Muito assustadora. Esta criatura gigantesca oriunda das profundezas assemelha-se a um polvo gigante e feroz com longos tentáculos e ventosas. Também pode brotar-lhe asas como dragão.

Habitat: Mar Báltico e grandes lagos

Behaviour: Solitário. Perigosamente agressivo se incomodado.

Aparentados em outras mitologias: kraken, serpente do mar, monstro de Loch Ness.

Keiju

2996-keiju_550x500-jpg

Aparência: Bela criatura semelhante a um ser humano pequeno, mas com asas como as de uma libélula ou borboleta.

Habitat: Lagoas na profundeza da floresta e prados enevoados.

Comportamento: Geralmente evita as pessoas, mas é amigável se encontrada por acaso. Adora dançar e socializar-se. Vive em um mundo paralelo ideal de paz e harmonia.

Aparentados em outras mitologias: fadas, ninfas

Menninkäinen

Pequeno, parecido com os humanos. Cabeça grande com características afiladas. Veste frequentemente um chapéu pontudo.

Habitat: Vive abaixo do solo em florestas remotas, mas pode se aproximar dos povoamentos humanos por curiosidade.

Behaviour: Noturno e *, muitas vezes, tímido. Geralmente amigável se abordado com cuidado, mas pode enganar as crianças levando-as a se perderem se forem perambular muito longe dentro da floresta! É brincalhão e gosta de dançar. É inteligente e gosta de charadas. Gosta de ficar procurando objetos brilhantes.

* Uma muito apreciada canção finlandesa romântica da década de 1940, “Päivänsäde ja menninkäinen”, descreve um encontro casual entre um menninkäinen amante da escuridão e um raio de sol.

Aparentados em outras mitologias: gnomos, duendes, leprechauns, diabretes

Näkki

Aparência: Pode parecer amigável e atraente à primeira vista, mas ao final revela sua verdadeira aparência: horrivelmente peluda e/ou escamosa

Habitat: Charcos escuros, especialmente sob pontes. Encontrada, às vezes, em fontes ou em poços.

Comportamento: Pode tentar seduzir as crianças a chegarem perto da água e, depois, puxá-las para afogá-las (um espírito muito útil para os pais preocupados com crianças propensas a acidentes). Também pode afogar as crianças que nadam em águas profundas.

Aparentados em outras mitologias: senhora da água, sereia, vodyanoy (encontrada na Rússia)

Hiisi

2996-hiisi_550x500-jpg

Aparência: Grande e mau

Habitat: Cavernas e desfiladeiros em paisagens rochosas e selvagens

Pode atacar os viajantes incautos em regiões remotas. Geralmente evita as habitações humanas, mas pode roubar objetos de valor das casas. Atira rochas ao redor criando campos e montes de pedras. Também escava buracos estranhos em afloramentos rochosos (hiidenkirnut) tidos pelos humanos como sendo usados pelo hiisi para bater leite e fazer manteiga.

Aparentados em outras mitologias: trolls, gigantes, duendes.

Tonttu

2996-tonttu_550x500-jpg

Aparência: Pequeno, parecido com as crianças. Mais facilmente visto por volta do Natal, muitas vezes vestindo uma túnica vermelha e um chapéu pontudo vermelho encimado com um sino de trenó. Mantém um olhar atento sobre as crianças antes do Natal e denuncia qualquer mau comportamento ao Papai Noel, com consequências funestas para as crianças que esperam ganhar presentes.

Habitat: Intimamente associado com as habitações humanas, muitas vezes, uma construção específica, tal como uma casa de fazenda, estábulo ou sauna. As crianças devem sempre se comportar respeitosamente na sauna para evitar desagradar o Saunatonttu.

Comportamento: Geralmente invisível ou discreto. Em geral, são bem-humorados. Têm a confiança dos humanos como espíritos guardiães das suas casas e construções. Devem ser respeitados e receber alimentos (mingau de cereais e sopa).

Aparentados em outras mitologias: elfos, fadas, leprechauns

 

Agradecimentos especiais a Reeli Karimäki, Universidade de Helsinque, Depto. de Estudos Folclóricos

Por Fran Weaver, julho de 2011

Ilustrações de Annastiina Korhonen

Links