Eventos finlandeses priorizam a sustentabilidade

Reciclar, educar, compensar as emissões e tornar as escolhas sustentáveis atrativas: saiba como três dos maiores eventos da Finlândia colocam em prática seus valores de sustentabilidade.

ler artigo

Você já participou de um evento com grandes palestrantes, oficinas ou músicos, mas se sentiu consternado com a montanha de lixo plástico transbordando das latas de lixo no final do dia?

Vários dos maiores eventos anuais da Finlândia fazem questão de dedicar sua energia para garantir que não sobrecarreguem o meio ambiente. Conversamos com os organizadores do Slush, Flow Festival e Nordic Business Forum.

Compensando o carbono

Os visitantes do Flow Festival, Ronja (à esquerda) e Aino, dizem que não priorizam a comida vegetariana, mas estavam apenas procurando por um pequeno lanche – que acabou sendo batata-doce da Soisoi.Foto: Tim Bird

“O Flow Festival é um festival de carbono neutro”, diz Suvi Kallio, diretora administrativa do festival de música urbana, que acontece todo mês de agosto em Helsinque (84 mil participantes em 2018). O festival considera a sustentabilidade na produção de energia, alimentação e transporte. Ele reutiliza e recicla materiais e incentiva o público a fazer o mesmo.

“É óbvio que esse tipo de evento causa emissões, especialmente os voos de artistas internacionais”, diz Kallio. “Nós compensamos as emissões doando para iniciativas de energia renovável.”

Em 2018, as emissões do Flow foram compensadas pelo apoio à iniciativa Kariba REDD do Zimbábue, que trabalha para reduzir as emissões do desmatamento e da seca.

O Nordic Business Forum (NBForum, 7.500 participantes em 2018), realizado no Centro de Convenções de Helsinque, no distrito de Pasila, já recebeu palestrantes como Richard Branson e Barack Obama. Os organizadores acreditam que a maneira mais eficaz de influenciar a sociedade como um todo é inspirando e equipando líderes empresariais que querem tornar o mundo um lugar melhor.

Dando um bom exemplo

Evidências empíricas mostram que, se você oferecer às pessoas uma opção conveniente para classificar seu lixo, elas ficarão felizes em ter a oportunidade. O Flow Festival coloca estações com lixeiras para reciclagem de metal e vidro; resíduos biodegradáveis; e lixo misto destinado à incineração.Foto: Tim Bird

“É importante que façamos com que os líderes de negócios compreendam a importância de liderar com valores sustentáveis”, diz o CEO da NBForum, Aslak de Silva.

O evento, realizado anualmente no outono, utiliza práticas de alimentação e descarte de resíduos que refletem o desejo de dar o exemplo. Materiais de impressão e configurações de palco são projetados para serem reutilizados de um ano para outro. Em 2018, o NBForum comprometeu-se a plantar 7.500 árvores – uma para cada participante – para compensar as emissões de gases do efeito estufa.

“Levamos em conta a sustentabilidade em todas as decisões relacionadas à produção do evento, programação e operações”, afirma Anna Pakkala, chefe de sustentabilidade da conferência anual Slush, o maior evento do gênero no norte da Europa (20 mil participantes, incluindo 2.600 startups e 1.600 investidores ).

Assim como o NBForum, o Slush começou como um evento pequeno local e cresceu a status internacional.  Ele também acontece no Centro de Convenções de Helsinki. O nome Slush é inspirado no clima predominante do início de dezembro, que é quando o evento ocorre (4 a 5 de dezembro, em 2018).

O Slush e o Flow apresentam relatórios para a EcoCompass (uma certificação finlandesa de gestão ambiental para pequenas e médias empresas) para acompanhar a sustentabilidade. “Também trabalho com nossas equipes para integrar ainda mais a sustentabilidade ao marketing, programação e ofertas de nossa organização durante o ano todo”, afirma Pakkala.

Comida é mais do que combustível

“Realmente me incomoda quando há plástico em todos os lugares, então fico feliz que todos os pratos e talheres aqui sejam biodegradáveis”, diz Riku enquanto mastiga un stir-fry no Flow Festival usando pauzinhos de madeira.Foto: Tim Bird

Esses eventos também dependem da educação e de tornar as escolhas sustentáveis mais atraentes para seus públicos.

“Se temos a possibilidade de influenciar as pessoas, queremos usar isso de todas as formas possíveis”, diz Suvi Kallio. Todos os vendedores de alimentos Flow oferecem opções de refeições veganas e sustentáveis e participam da iniciativa Sustainable Meal, um conjunto de diretrizes que direcionam a atenção para a ética e origem dos ingredientes; eficiência energética na produção de alimentos; logística; e material de embalagem. O festival favorece alimentos orgânicos e produzidos localmente.

A empresária de catering Minna Väisälä trabalha no Flow Festival há sete anos. Seu carrinho de comida, The Tasty Dogs, serve cachorro-quente com linguiças de carne de porco, de cordeiro e de seitan, além de batatas fritas.

“Desenvolvemos nosso cardápio ao longo dos anos junto com o festival”, diz Väisälä. As vendas do festival são divididas de maneira bastante equilibrada entre as três variedades de cachorros-quentes. Em 2018, 46% das compras de refeições dos visitantes da Flow foram vegetarianas ou veganas.

A sustentabilidade decorre dos organizadores

Simples, mas eficaz: cada visitante do Flow Festival pode trazer uma garrafa vazia e recarregá-la nas estações de água, uma prática que supera o calor do verão finlandês e reduz significativamente a quantidade de resíduos de plástico gerados pela audiência.Foto: Tim Bird

“A responsabilidade e a cordialidade com o meio ambiente sempre foram valores importantes do festival”, diz Kallio, “mas à medida que o festival se expandia, sentíamos que seria bom começar a promover e rastrear o passivo ambiental de forma mais sistemática. Nossa audiência é muito consciente, então nossas ações devem ser transparentes.”

Claro, ainda há espaço para melhorias. Para o Flow, isso significa, acima de tudo, aumentar a reciclagem de resíduos compostáveis e reduzir a quantidade de resíduos misturados, que uma usina de energia incinera para produzir energia.

Sustainability is one of Slush’s core values, as well. “For several years it has been our key goal to set an example when it comes to sustainable event production,” says Pakkala, “even when it means that something might be a bit more difficult or costly to implement. We’ve also noticed that this is very much appreciated by people attending the event.”

A sustentabilidade também é um dos valores centrais do Slush. “Por muitos anos, tem sido nosso principal objetivo dar o exemplo quando se trata de produção sustentável de eventos”, afirma Pakkala, “mesmo quando isso significa que algo pode ser um pouco mais difícil ou caro de implementar. Também notamos que isso é muito apreciado pelas pessoas que participam do evento.”

Por Anna Ruohonen e Tim Bird, novembro de 2018

Veja também no thisisFINLAND

Links