Os 10 melhores livros finlandeses

A literatura finlandesa no resto do mundo: conheça os 10 melhores livros segundo os leitores da página thisisFINLAND.

ler artigo

Realizamos uma enquete com os fãs da página ThisisFINLAND’s no Facebook para saber quais são os seus livros finlandeses favoritos. Veja aqui os 10 melhores conforme os resultados.

A Finlândia apresenta uma vida cultural bastante ativa, e seu universo literário é, sem dúvida, merecedor de destaque. Muitas obras de autores nativos que escrevem em finlandês e sueco estão sendo traduzidas para outros idiomas, espalhando sua reputação no mundo inteiro.

1. Tove Jansson – Tales from Moominvalley

3416-550px_1992-helsinki_taiteilija-tove-jansson-ateljeessaan-helsingissa_artist-tove-jansson-at-her-studio-in-helsinki_lehtikuva-_c-jpg

Foto: C.G.Hagström / Lehtikuva

Falante nativa de sueco, Tove Jansson (1914-2001) é conhecida principalmente como criadora do Vale dos Moomins e de seus personagens fictícios descritos e ilustrados em uma série de obras. Todos os seus livros, como Moomin Papa at Sea, foram sucesso mundial, encantando leitores de todas as idades. Em 2014, sua relevância será destacada ainda mais com a celebração do centenário de seu aniversário na Finlândia.

2. Elias Lönnrot – Kalevala

Foto:Flickr.com, 50 Watts, CC BY 2.0.

Originalmente um físico rural, Elias Lönnrot (1802-1884) aproveitou sua estada em Kainuu (nordeste da Finlândia) para compilar poemas cantados na tradição oral popular. Apaixonado por sua descoberta, ele publicou os frutos de seu trabalho com o título de Kalevala, um vasto épico mitológico que ajudou a despertar e consolidar a consciência da nação finlandesa do século XIX. Os temas de Kalevala, complementados pelas viagens do escritor para Carélia, influenciaram muitos artistas finlandeses, como o compositor Jean Sibelius.

 

3. Mika Waltari – O Egípcio

Foto: WSOY

Mika Waltari (1908-1979) é um dos escritores mais famosos da Finlândia. Além de seus romances, Waltari publicou poemas e escreveu peças e roteiros de cinema. Após o seu primeiro romance, inspirado por uma visita a Paris no final dos anos 20, ele publicou muitos livros de suspense. Diante do caos da Segunda Guerra Mundial, surgiu o romance histórico O Egípcio, que se destaca por sua reconstituição fiel da vida dos faraós do Egito. Sem dúvida, a obra-prima de Waltari.

4. Sofi Oksanen – Expurgo

Foto: Toni Härkönen

Nascida em 1977, Sofi Oksanen alcançou a fama em 2003 com a publicação do romance Vacas de Stalin. Após Baby Jane em 2005, veio Expurgo em 2008. Retrato preciso do estado psicológico de três mulheres que sofreram com o sistema comunista na Estônia na época da União Soviética, esta obra lhe trouxe fama internacional, rendendo-lhe o Prêmio do Livro Europeu e o prêmio francês Prix Femina na categoria de escritora estrangeira. Conhecida por sua sensibilidade feminina, a autora se pronuncia com frequência na imprensa finlandesa sobre problemas sociais. Oksanen também é dramaturga.

5. Arto Paasilinna – A Lebre de Vatanen

Foto:Pia Grochowski

Arto Paasilinna nasceu em 1942 na Lapônia. Antes de se dedicar à literatura, o autor teve muitas outras profissões. Autor de vários romances (The Forest of the Hanged Foxes, Life Short e Rytkönen Long), Paasilinna conquistou reconhecimento internacional por A Lebre de Vatanen, a história de tribulações pastorais de um narrador que passa a ser acompanhado por uma fiel lebre. Traduzido para mais de 20 idiomas, este romance se tornou o primeiro de uma série de êxitos literários do autor, especialmente na França. Aclamado por críticos por seu talento extraordinário para mesclar sarcasmo, narrativa envolvente e paródia, as histórias de Paasilinna são únicas.

6. Väinö Linna – Under the North Star

Foto: Pia Grochowski

Väinö Linna (1920-1992) é um dos escritores finlandeses mais famosos da era do pós-guerra. De origem simples, Linna foi operário e também participou da guerra da Finlândia contra a União Soviética de 1939 a 1944. A experiência vivida na guerra o inspirou a escrever o romance que lhe abriu as portas do sucesso: Soldados Desconhecidos. Com Under the North Star, o autor pinta um retrato histórico de várias gerações de uma família finlandesa, buscando descrever a realidade social na conjuntura familiar. Muitos dos romances de Linna foram adaptados para o cinema.

7. Riikka Pulkkinen – True

Foto:Jouni Harala / Otava

Nascida em 1980, Riikka Pulkkinen se tornou uma grande sensação com o lançamento de seu primeiro romance intitulado The Border em 2006, retratando personagens que lutam contra um violento conflito interno, invocando também tópicos importantíssimos como o mal de Alzheimer e a eutanásia. Mais tarde, ela afirmou seu talento com mais dois romances. Notavelmente, True, é uma obra na qual Pulkkinen continua a explorar a alma humana minuciosamente. Frequentemente citada como uma grande promessa da literatura finlandesa, a autora também publica colunas na mídia.

8. Aleksis Kivi – The Seven Brothers

Foto: Arquivos da Finlândia

Aleksis Kivi (1834-1872) iniciou sua carreira como dramaturgo, e sua primeira obra, Heath Cobblers, continua a de maior popularidade. Lançado em 1870, The Seven Brothers foi escrito em 10 anos, e seu retrato mordaz, porém fiel da vida rural finlandesa teve avaliações mistas por parte da crítica. Kivi morreu na miséria aos 38 anos, doente e esgotado pelo trabalho excessivo. Hoje ele é reconhecido como um dos maiores escritores do país e por ser pioneiro na escrita de obras em finlandês, pois antes dele, as principais obras literárias eram escritas em sueco. O autor também deixou muitos poemas como legado, e alguns deles foram transformados em canções.

9. Hannu Mäkelä – Mr. Boo

Foto: Tammi

Nascido em 1943, Hannu Mäkelä é autor de romances, artigos jornalísticos e poesia. Porém, foi com suas obras infantis baseadas em Boo, personagem divertidíssimo que aparece para as crianças à noite que Mäkelä obteve reconhecimento internacional e fama. Desde 1973, o autor publica uma série de histórias sobre o seu personagem favorito. A popularidade dessa figura que ganha vida na imaginação das crianças se torna ainda maior nos discos de M.A. Numminen, um cantor de imaginação bastante fértil que musicou as aventuras de Mr. Boo para a alegria dos jovens finlandeses.

10. Leena Lehtolainen – Meu Primeiro Assassinato

Leena Lehtolainen fala sobre o personagem principal de seu mais recente romance policial: "Ela nem sempre segue a lei, mas conhece seus próprios valores morais."

Photo: Tomas Whitehouse

Após ter publicado seu romance de estreia aos 12 anos de idade, Leena Lehtolainen (nascida em 1964) se tornou conhecida por seus romances policiais que contam com a presença recorrente da inspetora Maria Kallio, personagem que também aparece em Meu Primeiro Assassinato, Her enemy e Copper Heart. Adaptados para a televisão e para o teatro, alguns dos livros de Lehtolainen foram aclamados pela crítica por prenderem a atenção do leitor e por seu clima intrigante, sendo traduzidos em mais de 20 idiomas.

Por René-Philippe Thomas, Outubro de 2013

Veja também no thisisFINLAND

Links