Heavy metal finlandês conquista o mundo

Complexidade musical e um rico conteúdo emocional fazem as bandas de metal finlandesas populares no mundo todo.

ler artigo

Por que as bandas finlandesas de heavy metal são tão populares no mundo todo? Certamente por conta da complexidade musical e do rico conteúdo emocional das canções.

Se puxarmos nossa memória para a edição de 2006 do famoso concurso de canções europeu, o Eurovision, lembraremos do grande boom finlandês, quando o quinteto heavy metal Lordi, com suas fantasias e máscaras de monstro, tomaram o festival de assalto. A vitória da banda contradisse a merecida reputação de epítome do brega e da música comercial barata que o festival carrega.

No entanto, a fama da Finlândia de grande exportador de heavy metal vai muito além do Eurovision: Nightwish, HIM, Insomnium, Children of Bodom, Amorphis e muitos outros artistas finlandeses são apreciados pelas comunidades heavy metal ao redor do globo. Nightwish, por exemplo, vendeu mais de oito milhões de álbuns em todo o mundo – uma grande conquista para a banda que defende um gênero que a mídia mainstream normalmente se recusa a cobrir.

Este é um fenômeno antigo, mas que deixa no ar uma grande questão: por que as bandas de metal finlandesas são tão populares no exterior?

Complexidade musical

O lugar certo para o metal: Em vermelho no mapa podemos ver a Finlândia, mostrando que em matéria de heavy metal, o país lidera o ranking com 53,2 bandas por cada 100 mil pessoas.

O lugar certo para o metal: Em vermelho no mapa podemos ver a Finlândia, mostrando que em matéria de heavy metal, o país lidera o ranking com 53,2 bandas por cada 100 mil pessoas.Ilustração: depo/cc-by-sa

Por definição, fãs de heavy metal anseiam por música fora do comercial, levantando corajosamente bandeira contrária a da normalidade clichê do pop. Talvez esta seja a principal razão de o heavy metal finlandês ser tão adorado no exterior.

O metal da Finlândia apresenta canções, em sua maioria, com estruturas incrivelmente complexas. Dos solos de guitarra intrincados e hipnotizantes do Children of Bodom, a dedicação do Apocalyptica, que usa violoncelos em vez de guitarras, até chegar a Nightwish com seus contos poéticos fantásticos, as exportações musicais da Finlândia têm qualidades que as tornam distintas no mundo do rock pesado.

David Creamer, um metaleiro fanático de 19 anos de idade, de Manchester, Inglaterra, define seu amor pelo metal finlandês por conta da complexidade estrutural das canções. “Quando falo sobre a complexidade musical dos músicos de metal da Finlândia, eu não me refiro exatamente aos aspectos técnicos das composições, embora haja muitas bandas, como o Wintersun, por exemplo, que realmente focam sua música no virtuosismo”, diz ele. “Mas mais do que isso, há uma grande diversidade de estilos dentro do metal que são oriundos da Finlândia. Sob esta perspectiva, entendemos que as bandas finlandesas têm uma capacidade, aparentemente infinita, de atender aos fãs que gostam de ouvir diferentes variedades de metal. ”

A existência de tanta variedade, tanto no que diz respeito a composição, quanto a complexidade da abordagem musical, tornam a música agradável para fãs em todo o mundo.

Conduzindo emoção pela música

Coincidência ou não, os membros da banda Insomnium realmente parecem estar sofrendo de insônia nesta foto.

Coincidência ou não, os membros da banda Insomnium realmente parecem estar sofrendo de insônia nesta foto.Foto: Axel Jusseit

Enquanto uma parte do público aprecia estruturas musicais complexas e virtuosismo, outra característica notável das bandas de metal finlandesas é o desejo ardente de expressar uma infinidade de emoções.

Os belos arranjos para duas guitarras da banda Insomnium, por exemplo, junto as letras um tanto emocionais de suas músicas, são capazes de levar ouvintes às lágrimas. Já o Children Of Bodom, pode canalizar sua agressividade interior, enquanto Korpiklaani pode fazê-lo morrer de rir com sua mistura animada de metal e folk.

O grupo Nightwish tornou-se famoso por contar histórias fantásticas e adicionar emoção em suas obras, em uma abordagem musical teatral. A banda também combina teclados, pedais duplos, guitarras pesadas e vocais operísticos.

Após lançar seu oitavo álbum, aclamado por críticos de música ao redor do globo, a vocalista Floor Jansen explica como o Nightwish pode exemplificar o fato de o metal finlandês ser tão popular. Ela enfatiza a importância dada em provocar emoções com os temas que as canções abordam – incluindo também uma surpreendente conexão com a natureza.

“A música ativa sua imaginação. Este álbum tenta não só provocar a imaginação, mas também o entendimento da magia da realidade”, diz ela. “Coisas como a forma como as aves migram ou como o mundo começa a crescer novamente após o inverno. Há tantos pequenos milagres da natureza. Isso faz o álbum único “.

Uma liga própria

As bandas de metal finlandesas não têm medo de misturar influências diversas em sua música. Nesta foto, o violinista Pekka Kuusisto e Troy Donockley (gaita de fole irlandesa) tocam junto com o Nightwish.

As bandas de metal finlandesas não têm medo de misturar influências diversas em sua música. Nesta foto, o violinista Pekka Kuusisto e Troy Donockley (gaita de fole irlandesa) tocam junto com o Nightwish.Foto: Timo Isoaho

Uma pesquisa de 2012 mostra que a Finlândia é o líder mundial em termos de bandas de metal per capita, com 53,2 bandas de metal por cada 100 mil pessoas.

Considerando este nível de entusiasmo, não é nenhuma surpresa que o metal finlandês seja extremamente popular não apenas dentro das fronteiras do país, mas para uma audiência global também. A era da internet e das redes sociais ajudou a reforçar a influência da Finlândia sobre os corações e mentes dos fãs de metal, com canais como o Spotify e YouTube dando acesso ilimitado a uma série de talentos do país.

Com muitas das maiores bandas de metal da Finlândia tocando em festivais de música ao redor do mundo, o domínio implacável do país na cena heavy metal mundial não mostra sinais de enfraquecimento.

Por James Weaver, junho 2015

Veja também no thisisFINLAND