Escritora finlandesa Minna Canth fez e aconteceu

Durante sua carreira extensa e bombástica, Minna Canth defendeu os direitos das mulheres e as causas sociais. Seu legado continua; o dia de Minna Canth é comemorado anualmente em seu aniversário, no dia 19 de março.

ler artigo

Minna Canth (1844-97), amplamente reconhecida como a primeira escritora significativa da Finlândia, foi registrada com o nome de Ulrika Wilhelmina Johnsson, em Tampere. Sua obra versátil inclui contos, novelas, peças e jornalismo. Ela escreveu principalmente em finlandês, mas também em sueco. Ela defendeu os direitos das mulheres e o feminismo e desencadeou questões sociais em seus escritos e discursos.

Minna e seu marido, Johann Ferdinand Canth (1836-79), moraram em Jyväskylä e tiveram sete filhos. Depois da morte de seu marido, ela tornou-se uma empresária, assumindo uma loja de tecidos e utensílios têxteis em Kuopio. Isso permitiu a ela a independência financeira para prover sua família, ao mesmo tempo que participava das cenas literárias e do ativismo social. Seu lar tornou-se um lugar onde intelectuais e artistas se reuniam.

Em uma recente coluna no site da companhia nacional de radiodifusão da Finlândia, Yle, a autora Johanna Holmström referiu-se a Canth como “uma das pessoas que verdadeiramente participou na fundação das bases da cultura na Finlândia”. Holmström inspira-se na luta de Canth pelos direitos das mulheres, ao notar que esta está longe de terminar, apesar dos progressos realizados:

“Toda geração tem que conduzir sua própria batalha para promover a igualdade e é neste momento que estamos agora. Muitas vezes esquecemos que nossos ganhos, duramente conquistados, podem desaparecer em um piscar de olhos se pararmos e pensarmos por nós mesmos: “Tudo já foi resolvido!”

Pela equipe do ThisEFINLAND (incluindo as traduções), março de 2017, atualizado em março de 2018

Veja também no thisisFINLAND

Leia mais

Merkel ganha prêmio em dinheiro na Finlândia e escolhe grupo no Níger como recipiente

Finlândia concede Prêmio Internacional de Igualdade de Gênero, o primeiro nesta categoria com status de alto nível no mundo. O pêmio é concedido a alguém que tenha contribuído para a evolução da igualdade de gêneros. Ao invés de receber o dinheiro do prêmio, o vencedor ou vencedora escolhe uma causa como recipiente desta importante contribuição.

Leia mais

Artistas finlandesas retratam uma nova era

A Scandinavia House (Casa da Escandinávia) em Nova Iorque é o ponto de partida para a exibição de quatro artistas plásticas finlandesas, cujas carreiras coincidiram com transformações culturais e políticas do país. Mais à frente, as pinturas seguirão para Estocolmo para, depois, retornarem a Helsinque, onde farão parte de uma exposição maior.