A sauna à beira-mar renasce em Helsinki

Novas saunas públicas construídas nos arredores da orla de Helsinki transformam a paisagem de algumas dessas áreas impressionantemente. Nessas saunas, visitantes e moradores têm uma experiência autêntica da sauna finlandesa e ainda podem dar um mergulho no mar Báltico.

ler artigo

Alvar Aalto, o mais famoso arquiteto e designer da Finlândia, disse uma vez: “A forma deve ter um conteúdo e este conteúdo deve estar conectado à natureza.” As novas saunas à beira-mar de Helsinki podem ser vistas como monumentos a esse sentimento. Embora as saunas Löyly, Allas Sea Pool e Culture Sauna sejam ambiciosas em design, todas mostram respeito à paisagem circundante, enquanto convidam os visitantes a se conectarem ao Mar Báltico, ao frio e ao vapor escaldante da sauna.

A sauna Löyly (a pronúncia é indescritível – você precisa encontrar um Finlandês e pedi-lo para repetir a palavra) mostra a arquitetura de madeira finlandesa. Projetada pela empresa Avanto Architects, a construção rebaixada e ecológica (com madeira certificada pelo Forest Stewardship Council), abraça a costa de Hernesaari, uma antiga zona industrial atualmente em reforma.

Vapor e vista para o mar

Apesar de feita de madeira, Löyly também combina com a paisagem de pedras da costa.Foto: Karen MacKenna

A intenção dos arquitetos foi projetar uma estrutura orgânica que acabaria por se misturar com seu ambiente natural. As ripas de pinho tratadas pelo calor formam uma capa protetora e há também janelas horizontais que proporcionam luz e vista para o mar. A ideia é que, com o tempo, a madeira fique da cor da rocha que circunda a construção.

Em finlandês, löyly refere-se ao vapor que sobe das pedras quentes do forno da sauna quando se derrama água sobre elas. Os finlandeses também usam a palavra para se referir à essência do sentimento que você experimenta na sauna – uma espécie de limpeza espiritual. Você pode entender o que queremos dizer com isso a partir das duas saunas princiapis da Löyly: a sauna a lenha regular e a um outro tipo que chamamos de “sauna defumada”, que deixa um aroma doce em sua pele. Alternando entre as duas saunas e o ar frio, um mergulho na água fresca do oceano dá uma sensação refrescante.

Homens e mulheres compartilham as saunas na Löyly, então, trajes de banho são necessários – quebrando uma parte notável da tradição da sauna finlandesa, que é não usar roupas – Nesta sauna pública há também um restaurante onde a champanhe flui no lounge.

Nadando no porto

Na Allas Sea Pool, você faz sauna e nada no cenário urbano de um porto.Foto: Karen MacKenna

A Allas Sea Pool é exatamente o que seu nome diz (allas significa banheira ou piscina). Ela oferece uma experiência exclusiva de banhar-se no coração urbano de Helsinki.

O complexo spa de madeira projetado  por Huttunen-Lipasti-Pakkanen Arquitetos em cooperação com Marinetek Finlândia é feito com madeira de pinheiros finlandeses e contém saunas, piscinas externas, um pavimento flutuante e um centro de recreação à direita, bem no porto de Helsinki.

Duas das três piscinas ficam abertas durante todo o ano, e isso faz toda a diferença. A piscina de água salgada filtrada permanece em sua temperatura natural e atrai nadadores intrépidos, mas as duas piscinas de água doce (uma das quais permanece aberta durante todo o inverno) são mantidas a uma confortável temperatura de 27 graus Celsius.

A partir da piscina ou do deck, você pode assistir ao movimento do tráfego de barcas no mar em frente à movimentada Praça do Mercado. O Palácio Presidencial e outros marcos arquitetônicos também podem ser avistados e a roda gigante, conhecida como a “Roda do Ceú” fica como um pano de fundo.

Fogões a lenha aquecem as duas saunas, uma feminina e outra masculina. Para cumprir com a etiqueta da sauna finlandesa, você deve tirar o seu traje de banho antes de entrar na sauna, em contraste com a regra incomum na sauna Löyly.

A autenticidade urbana prevalece

O bairro de Kallio, em Helisnki, é a casa da Kotiharju (na foto) e da Arla, duas saunas públicas construídas nos anos 20.

O bairro de Kallio, em Helisnki, é a casa da Kotiharju (na foto) e da Arla, duas saunas públicas construídas nos anos 20.Foto: Jorma Marstio/ Otavamedia/Lehtikuva

Havia dezenas de saunas públicas em Helsinki no início dos anos 90. No passado, as pessoas iam a estes locais para se lavarem, pois nem todos tinham seu próprio chuveiro nos apartamentos e também não era comum construir saunas neles. Uma visita à sauna também era uma ocasião social.

As saunas públicas tiveram um declínio em sua popularidade como o aumento da renda e o acesso a saunas privadas. Hoje, apenas alguns dos locais mais antigos permanecem como lembrança de um senso de comunidade que caiu no esquecimento quando os tempos mudaram.

Duas saunas autênticas de 1920 ainda estão de pé no antigo bairro operário de Kallio: são a Kotiharju e a Arla. Na sauna com forno a lenha Kotiharju (o nome significa “cume da casa”) as temperaturas não são para os fracos de coração. O mesmo vale para Arla, localizada a apenas alguns quarteirões de distância. Apenas algumas paradas de bonde depois, temos a Sauna Hermanni, que é outra favorita dos velhos tempos de Helsinki, recentemente renovada e redecorada com mobiliário autêntico de 1950, de acordo com atmosfera original do lugar. Todos os três locais têm saunas separadas para homens e mulheres.

O mais elegante dos centros de banho antigos é o Yrjönkatu Swimming Hall, no centro, também construído na década de 20. Ele dispõe de uma sauna a lenha, uma sauna elétrica e uma sauna a vapor. Cabines privadas têm vista para a piscina de belos azulejos ladeadas por arcos de dois andares de altura. Com a programação dividida em dias separados para homens e mulheres, roupas de banho são opcionais.

Conexões culturais com a sauna

Kulttuurisauna (Sauna Cultural) oferece uma experiência íntima e zen que você pode completar com um mergulho no mar.Foto: Karen MacKenna

A primeira sauna pública construída na cidade em meio século, a Culture Sauna, é uma construção humilde mas primorosamente trabalhada, encarrapitada à borda da água, em frente às estruturas de concreto que compõem o distrito de Merihaka. O arquiteto Tuomas Toivonen e a artista Nene Tsuboi criaram uma estrutura compacta e branca, de apenas um andar, salas equipadas à luz de velas e um forno a lenha-pellet que emite um calor intenso e perfeito.

É uma experiência íntima, quase zen, que você pode complementar com um mergulho no mar. Embora você nade com toda a cidade em torno de você – em uma direção você pode vislumbrar uma usina e em outra, encontra-se o bairro de Kruununhaka – você se sente distante do ritmo agitado da vida urbana. Um copo de suco de espinheiro marítimo (hippohae), um potente elixir, faz um pós-sauna ideal.

Enquanto a cidade capital do renascimento da sauna pública dá motivos para celebração, a maioria dos finlandeses vão dizer que nada se compara a uma sauna isolada no deserto finlandês, às margens de um lago ou do oceano. Se você tiver a oportunidade de visitar um, estará mesmo mais perto de compreender a alma finlandesa.

Por Karen MacKenna, outubro de 2016

Veja também no thisisFINLAND

Links