Aço, vidro, madeira e o espírito Kalevala

Prédio novo em Seurasaari, em Helsinki: Um time liderado por americanos usa a arquitetura para explorar o épico nacional da Finlândia..

ler artigo

“Existe uma profunda mitologia que eu possa adentrar quando estiver lá?” perguntou o arquiteto Americano Travis Price antes de visitar a Finlândia no início de 2009. A pergunta deu origem a um novo prédio único que inaugurou a Helsinki Design Week 2010.

Price estava indo à Finlândia para ver de perto o trabalho arquitetônico de Eliel Saarinen e Alvar Aalto, e para conferir o mundo do design finlandês. Quando ele mencionou a mitologia, conta que imediatamente recebeu uma enxurrada de emails, todos apontando o épico nacional finlandês, Kalevala.

Ele escolheu Kalevala, uma coleção de histórias de tradição oral do leste da Finlândia compiladas em papel pela primeira vez nos anos de 1800, para ser objeto e sujeito de um de seus projetos “Spirit of Place”. Durante os seus 17 anos de história, Spirit of Place usou a arquitetura como meio para explorar mitologia, ecologia e modernismo em países desde o Canadá até o Peru e de Uganda à Irlanda.

Meditação e grande esforço

A madeira, o vidro e o metal do Kalevalakehto rodeados pelo mar, floresta, pedras e céu, encaixam-se perfeitamente às margens de Seurasaari.Foto: Travis L. Price, FAIA

Price orientou um grupo internacional de estudantes de arquitetura que, após uma gama de ideias e modelos, chegaram ao design que seria construído na ilha de Seurasaari, Helsinque, chamado Kalevalakehto.

Mas antes de explicar o apelido dado, algumas informações sobre a construção em si: Kalevalakehto comporta cerca de 15 pessoas e constitui um local para reuniões ou meditação. Mais de 30 pessoas ajudaram a constuí-lo num “esforço tremendo durante dez dias em agosto de 2010”, diz Price. “Nossos piores acidentes de trabalho foram picadas de abelha.”

Embora esteja simbolicamente ligado a Kalevala em vários aspectos, a combinação de madeira, aço e vidro do Kalevalakehto e sua localização na beira do mar podem ser apreciadas mesmo sem se conhecer sobre temas como o surgimento do mundo, os mistérios do Sampo ou o personagem Väinämöinen.

Á água torna-se o céu

Reuniões ou meditação: o design e a forma como reflete seus arredores tornam Kalevalakehto um cenário sereno e acolhedor.Foto: Peter Marten

A palavra kehto significa berço ou espaço protegido, reforçando assim o simbolismo verbalmente, tanto quanto visualmente.

Kalevalakehto está bem ambientado em Seurasaari, onde também há um museu ao ar livre das construções historicamente importantes de toda a Finlândia. Price diz estar impressionado com a capacidade dos finlandeses de preservar a natureza mas também de construir nela.

Muito pouco da paisagem foi modificado para assentar Kalevalakehto sobre uma superfície rochosa perto da costa, e a construção se encaixa perfeitamente em seu ambiente. Água e floresta são refletidas no metal e no vidro. Como colocado por Price, “você vê o mar, e a água se transforma no céu refletida no teto.

O projeto Spirit of Design em Seurasaari marcou a abertura da Helsinki Design Week 2010 por sua celebração. “Hollywood não poderia ter feito melhor” recorda Price. “Choveu em todo mundo, quando de repente o sol apareceu e ressaltou sobre o aço.”

Kalevalakehto “está vivo”, diz ele, o que significa que a madeira ainda está se acomodando. “A cada dois meses alguém tem que ajustar os parafusos com muito amor.” A tendência é que a estrutura única permaneça por um longo tempo, apesar da licença temporária terminar em 2013. “A Torre Eiffel ainda tem permissão temporária”, declara Price. E Eiffel provavelmente sequer sabia algo sobre Kalevala.

Por Peter Marten, Setembro 2010

Links