Desfrutando o solstício de verão à moda finlandesa

Um americano relembra seus solstícios de verão na Finlândia: bandas de metal, fogueiras na praia, churrascos e picadas.

ler artigo

Um americano recorda suas muitas lembranças coloridas do solstício de verão na Finlândia, desde bandas de metal pesado até fogueiras na praia e de churrascos até picadas de mosquitos.

Rico em tradição, o solstício de verão ocupa um lugar especial no calendário finlandês, representando o ponto alto do verão e o período mais popular para o início das férias anuais. Ele acontece no sábado entre o dia 20 e o dia 16 de junho. Originalmente uma celebração pagã, tal data foi um tributo a Ukko, o deus do trovão. Como ele controlava a chuva, você precisava ser gentil com ele para conseguir uma boa colheita.

Fogueiras foram acesas na ocasião, um ritual que perdura até os dias de hoje. No entanto, nas áreas da Finlândia de língua sueca – é um país bilingue – as pessoas têm ficado contentes apenas em erguer um mastro bem enfeitado com fitas.

Nesses tempos antigos, as mulheres solteiras poderiam usar adornos especiais e se curvar sobre um poço, nuas, com intuito de enxergarem o reflexo de seus futuros maridos. Em outra tradição, considerada mais modesta, uma que perdura até hoje, uma jovem moça pode coletar sete tipos diferentes de flores e colocá-las embaixo de seu travesseiro. Ela verá seu futuro marido em um sonho.

Atualmente, o solstício de verão também é uma celebração do feriado de São João (daí o nome finlandês para o feriado: Juhannus), um período para algumas pessoas consumirem enormes quantidades de bebidas alcoólicas e um final de semana popular e propício a casamentos e confirmações.

Meu primeiro solstício

4054-midsummer_03_visitfinland_pl_550px-jpg

Fogueiras do antepassado ritual finlandês da Noite do Solstício de Verão que continua até hoje. Foto: Visit Finland

Meu primeiro solstício de verão teve como cenário uma ilha no centro do Arquipélago de Turku, situado no sudoeste da Finlândia. Foi uma semana repleta de churrascadas, natação, bebedeiras, narrativas, cantoria e relaxamento em rochas planas. Estivemos passando momentos tão agradáveis que não percebemos as picadas de mosquito até segunda-feira.

Em Helsinque, eu passei vários solstícios de verão em Seurasaari, uma ilha florestal que tem um museu ao livre com construções históricas. Aqui você encontra artesãos à moda antiga, jogos tradicionais, músicos tocando kantele (o instrumento nacional parecido com uma harpa), panquecas e salsichas defumadas. Para fechar, eles acendem uma grande fogueira e um casal de recém-casados sai remando ao redor em um velho barco de madeira. Então eu faço alguma dança folclórica que só posso imitar durante o solstício de verão.

Em outra ilha, eu participei certa vez de um solstício de metal pesado, o qual foi divertido, mas eu não conseguia ouvir mais nada nos dois dias seguintes. Além disso, eu estive em um restaurante com um amplo terraço aberto que apresenta música ao vivo e estava absolutamente lotado. Isso pode ser uma boa oportunidade se você quiser encontrar por acaso sua futura esposa.

Sobre o assunto das fogueiras: Em uma festa de solstício de verão perto de Porvoo, 50 quilômetros (30 milhas) a leste de Helsinque, eu desfrutei de um suntuoso buffet e então nosso anfitrião liderou uma caravana de carros. Nós passamos dirigindo por tantas fogueiras quanto poderíamos encontrar. Elas vinham em todos os tamanhos e havia um surpreendente número delas. Foi melhor do que observar pássaros.

E muitos retornos felizes do dia

4054-midsummer_02_visitfinland_anneli-hongisto_550px-jpg

Muitos finlandeses passam o solstício de verão em uma casa de campo onde podem nadar, relaxar e visitar a sauna. Foto: Anneli Hongisto/Visit Finland

Um ano eu fiz um fantástico passeio no lago na cidade central finlandesa de Jyväskylä em um barco que tinha tantos galhos de árvore que você poderia pensar que o barco inteiro estava germinando. A bordo, as pessoas estavam tão intensamente sorridentes que tinha certeza de que elas ficaram com inflamação nos músculos do sorriso no dia seguinte.

Um de meus amigos possui uma antiga casa de fazenda na Finlândia central e eu curti alguns solstícios de verão por lá. Nós não fazíamos nada muito especial, exceto sentar-se em volta de uma fogueira de acampamento, conversar e cantar músicas acompanhadas de violão. Se os visitantes ficam entediados, todo mundo vai nadar pelado.

Outras saudosas memórias vêm de visitas a um casal em seu chalé de praia perto de Varkaus, uma cidade localizada na região da costa centro-leste da Finlândia. Nós fizemos um grande churrasco e jogamos mölkky, um tipo de boliche na grama finlandês. Nós tomamos um barco para o restaurante cruzando as águas, dançamos até às duas da madrugada e então fomos a uma barraca de lanches na cidade e ficamos conversando com os demais habitantes da vila até o amanhecer, retornando depois para a casa do casal para uma sauna. Geralmente alguns novos amigos poderiam vir conosco.

No final das contas, eu tive minha partilha em boas experiências de solstícios de verão na Finlândia. Mas estou otimista para mais. Talvez, os melhores solstícios estejam por vir.

Por Russell Snyder, junho de 2013

Veja também no thisisFINLAND