As qualidades das muitas Finlândias

Consulte o nosso mapa interativo das 19 regiões da Finlândia e descubra as características de cada região.

ler artigo

Seja pela natureza, história, cultura ou eventos, todas as 19 regiões da Finlândia oferecem características únicas. O mapa abaixo mostra como estão divididas as regiões (as linhas cinza indicam as fronteiras das províncias históricas da Finlândia). Clique nos brasões para ler mais sobre cada região!

Map © National Land Survey of Finland


1. Åland (Ahvenanmaa)

O ponto alto para visitantes do Arquipélago de Kökar, em Åland, é um passeio de barco por centenas de ilhas.

O ponto alto para visitantes do Arquipélago de Kökar, em Åland, é um passeio de barco por centenas de ilhas.Foto: Robert Smith/Visit Finland

Åland é diferente das demais regiões da Finlândia sob vários aspectos. Ela é um arquipélago de aproximadamente 80 ilhas habitadas (e milhares de escolhos) localizada na entrada do Golfo de Bótnia. Também é uma área monoglota de língua sueca, autônoma e desmilitarizada. A capital, Mariehamn, é uma cidade portuária cheia de vida devido à proximidade tanto da Suécia quanto da Finlândia.

Back to top

2. Finlândia Própria (Varsinais-Suomi)

O Castelo de Turku é a maior construção medieval existente na Finlândia.

O Castelo de Turku é a maior construção medieval existente na Finlândia.Foto: Elina Sirparanta/Visit Finland

Esta região é conhecida historicamente como Finlândia pois era o lar da tribo dos finlandeses (enquanto outras regiões do sul da Finlândia eram habitadas pelos tavastianos e carelianos). Sua capital, Turku, foi a Capital Europeia da Cultura em 2011. Locais conhecidos da região incluem a pequena cidade de Naantali, lar do popular parque temático Moomin World, e Kultaranta, a residência de verão do Presidente da Finlândia. Também na região fica o idílico Mar do Arquipélago.

Back to top

3. Uusimaa

A antiga cidade de Porvoo é composta predominantemente por ruas medievais e casas de madeira.

A antiga cidade de Porvoo é composta predominantemente por ruas medievais e casas de madeira.Foto: Jussi Hellsten/Visit Finland

Helsinque, a capital da Finlândia, é a parte mais conhecida da região de Uusimaa. A vibrante cidade de veraneio de Hanko (localizada no extremo sul do país) e Porvoo (com sua bela arquitetura medieval) são paradas obrigatórias. Uusimaa, no entanto, não se resume a centros urbanos. A região também abriga muita agricultura e quatro grandes parques nacionais!

Back to top

4. Satakunta

Rauma Antiga, o centro de casas de madeira da cidade de Rauma, Finlândia, está inscrita como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Rauma Antiga, o centro de casas de madeira da cidade de Rauma, Finlândia, está inscrita como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Apesar de Satakunta, que significa literalmente cem, ser uma importante região agrícola, suas duas maiores cidades, a capital Pori e Rauma, são famosas pelo seu histórico industrial. No coração de Rauma fica Rauma Antiga, considerada pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade, e sua arquitetura antiga em madeira. Os dialetos falados em Satakunta são rápidos e abreviados, o que os torna difíceis de entender.

Back to top

5. Tavastia Própria (Kanta-Häme)

Acredita-se que o Castelo de Häme, em Hämeenlinna, um dos castelos medievais reais finlandeses, tenha sido construído no final do século XIII.

Acredita-se que o Castelo de Häme, em Hämeenlinna, um dos castelos medievais reais finlandeses, tenha sido construído no final do século XIII.Foto: Visit Finland

A cidade de Hämeenlinna, com o seu Castelo de Häme, domina esta antiga região. Pela sua fama de confiáveis, persistentes e indomáveis, os tavastianos são considerados os finlandeses típicos. A célebre novela finlandesa Os Sete Irmãos, de Aleksis Kivi, se passa na região da Tavastia.

Back to top

6. Päijänne Tavastia (Päijät-Häme)

O Sibelius Hall, em Lahti, cuja impressionante acústica é considerada uma das melhores do mundo, é a casa da Orquestra Sinfônica de Lahti.

O Sibelius Hall, em Lahti, cuja impressionante acústica é considerada uma das melhores do mundo, é a casa da Orquestra Sinfônica de Lahti.Foto: Sami Lettojärvi/Visit Finland

Päijänne Tavastia está localizada ao sul do segundo maior lago da Finlândia: o Päijänne. Sua capital, Lahti, é conhecida por sediar campeonatos mundiais de esqui e os Lahti Ski Games, anualmente. O Sibelius Hall, em Lahti, é um espaço famoso por seus concertos de música clássica. A geografia da região é fortemente influenciada pelo Salpausselkä, um conjunto de cumeeiras formado durante a era do gelo.

Back to top

7. Kymenlaakso

Um dos maiores rios do sul da Finlândia, o rio Kymi, em Kotka, é uma das principais fontes de energia hidrelétrica.

Um dos maiores rios do sul da Finlândia, o rio Kymi, em Kotka, é uma das principais fontes de energia hidrelétrica.Foto: Aleksi Koskinen/Visit Finland

Kymenlaakso significa o vale do rio Kymi (Kymijoki em finlandês), que é um dos maiores rios da Finlândia. Sua capital, Kotka, é localizada no delta do rio e é um dos maiores portos marítimos do país. A segunda maior cidade da região, Kouvola, possui grande tradição como centro ferroviário. O museu da fábrica de tratamento de madeira e de cartão de Verla, em Jaala, foi considerado pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade.

Back to top

8. Carélia do Sul (Etelä-Karjala)

Os pastéis da Carélia são um tipo de pastel tradicional da região da Carélia.

Os pastéis da Carélia são um tipo de pastel tradicional da região da Carélia.Foto: Elina Sirparanta/Visit Finland

Localizados próximos à fronteira oriental da Finlândia, o famoso distrito da região dos lagos de Saimaa e as pitorescas Corredeiras de Imatra têm atraído turistas, artistas e até mesmo a realeza à Carélia do Sul ao longo dos séculos. Dentre as iguarias que vale a pena provar estão os pastéis da Carélia, o cozido da Carélia e os pastéis especiais de carne chamados vety (hidrogênio) e atomi (átomo), da cidade de Lappeenranta. O slogan da Carélia do Sul define bem a personalidade da região: faça comida, não faça guerra!

Back to top

9. Pirkanmaa

A área industrial revitalizada de Finlayson, em Tampere, hoje recebe instalações educacionais, culturais e culinárias.

A área industrial revitalizada de Finlayson, em Tampere, hoje recebe instalações educacionais, culturais e culinárias.Foto: Alexander Savin, Flickr.com, CC BY 2.0

A capital desta região, Tampere, é conhecida como a Manchester finlandesa devido às suas casas de tijolos vermelhos e por sua herança industrial. Próximo a Tampere fica a pequena cidade de Nokia, onde a gigante finlandesa dos celulares nasceu como uma fábrica de celulose em 1865. A especialidade culinária da região é o mustamakkara (chouriço), melhor apreciado com geléia de amora alpina e leite, vendido em barraquinhas.

Back to top

10. Savônia do Sul (Etelä-Savo)

As focas aneladas de Saimaa estão entre as espécies mais ameaçadas do planeta, com uma população total de apenas 310 indivíduos.

As focas aneladas de Saimaa estão entre as espécies mais ameaçadas do planeta, com uma população total de apenas 310 indivíduos.Foto: Guido Muratore/Visit Finland

A cidade de Savonlinna na Savônia do Sul é famosa pelo seu festival anual de ópera, que acontece no castelo medieval de Olavinlinna. O castelo é cercado por um espetacular cenário de lagos, onde os visitantes têm a oportunidade de poder avistar as raríssimas focas aneladas de Saimaa. A região também é conhecida por suas construções religiosas, tais como o monastério ortodoxo de Valamo, o convento de Lintula e a maior igreja de madeira do mundo, em Kerimäki.

Back to top

11. Ostrobótnia (Pohjanmaa)

Ancoradouros em Raippaluoto, localizados na parte mais estreita do Golfo de Bótnia, a parte mais setentrional do Mar Báltico.

Ancoradouros em Raippaluoto, localizados na parte mais estreita do Golfo de Bótnia, a parte mais setentrional do Mar Báltico.

Ostrobótnia é uma das duas regiões da Finlândia onde a maioria das pessoas fala sueco, a outra é Åland. A paisagem da Ostrobótnia é plana, se comparada a outras regiões da Finlândia e seu solo fértil é próprio para a agricultura. Próximo à capital da região, Vaasa, fica o arquipélago de Kvarken, considerado pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade.

Back to top

12. Ostrobótnia do Sul (Etelä-Pohjanmaa)

The O Festival de Tango de Seinäjoki acontece todo mês de julho, com concertos e torneios de dança em meio a um clima único de festival.Foto: Miika Havo/Seinäjoen Tangomarkkinat

A região é provavelmente mais conhecida por ser o lar do grupo de dublês The Dudesons e pelo Festival de Tango que acontece todos os anos em Seinäjoki, a capital da região. A região é dividida por vários rios e se vangloria de ter as terras cultiváveis mais férteis de toda a Finlândia. Os ostrobotnianos do sul são geralmente retratados como francos e inflexíveis.

Back to top

13. Finlândia Central (Keski-Suomi)

A cidade de Jyväskylä, a maior da Finlândia Central, é cercada por vários lagos.

A cidade de Jyväskylä, a maior da Finlândia Central, é cercada por vários lagos.Photo: Suomen Ilmakuva Oy/Visit Finland

O nome Finlândia Central é inexato e não deve ser entendido literalmente. Ela está localizada no centro da Finlândia do sul e está cercada por lagos, razão pela qual o Rally anual da Finlândia é provavelmente conhecido como o Rally dos 1000 Lagos. A paisagem da capital da região, Jyväskylä, é dominada pelas construções do famoso arquiteto finlandês Alvar Aalto.

Back to top

14. Ostrobótnia Central (Keski-Pohjanmaa)

Com mais de 100 anos de tradição, a celebração da Noite de Veneza em Kokkola tem como atrações o mar e quilômetros de tochas, fogueiras e fogos de artifício ao longo do litoral.

Com mais de 100 anos de tradição, a celebração da Noite de Veneza em Kokkola tem como atrações o mar e quilômetros de tochas, fogueiras e fogos de artifício ao longo do litoral.Foto: City of Kokkola

A capital da Ostrobótnia Central é Kokkola. A região é conhecida pelas suas tradicionais músicas folclóricas; o maior festival de música folclórica dos países nórdicos acontece anualmente no vilarejo de Kaustinen. Vacas são comumente vistas nesta região, já que a região de Kokkola é a maior produtora de leite da Finlândia. Uma das especialidades de Kokkola é a celebração da Noite de Veneza que acontece anualmente no final de agosto.

Back to top

15. Savônia do Norte (Pohjois-Savo)

O campeonato mundial de carregamento de mulheres em Sonkajärvi atrai a atenção da mídia internacional.

O campeonato mundial de carregamento de mulheres em Sonkajärvi atrai a atenção da mídia internacional.Foto: Visit Finland

Os savonianos são astutos, tranquilos e bem-humorados. Refletindo estas características, a região sedia anualmente o Campeonato Mundial de Carregamento de Mulheres, em Sonkajärvi. Enquanto explora a atmosfera e os artigos do mercado municipal de art nouveau da maior cidade da região, Kuopio, os visitantes podem experimentar a especialidade da cozinha da Savônia do Norte: o kalakukko, um pão de centeio recheado com peixe cozido.

Back to top

16. Carélia do Norte (Pohjois-Karjala)

Parque nacional de Koli na Carélia do Norte, Finlândia.

Parque nacional de Koli na Carélia do Norte, Finlândia.Foto: Hernan Patino/Visit Finland

Os carelianos do norte são muitas vezes descritos como um povo alegre, hospitaleiro e comunicativo. Estas características ficam em evidência todos os anos durante o festival de música Ilosaarirock, que acontece na capital da região: Joensuu. Considerado o festival mais amistoso da Finlândia, este evento musical atrai platéias e bandas do mundo todo. Outro destaque, um tanto mais tranquilo, são as relaxantes paisagens do parque nacional de Koli, com vistas de tirar o fôlego e que inspiraram tantos artistas finlandeses, de Sibelius a Gallen-Kallela.

Back to top

17. Ostrobótnia do Norte (Pohjois-Pohjanmaa)

O rio Oulanka, em Kuusamo, percorre uma área de 135 km e é parte do canal do Rio Koutajoki que desemboca no Mar Branco

O rio Oulanka, em Kuusamo, percorre uma área de 135 km e é parte do canal do Rio Koutajoki que desemboca no Mar BrancoFoto: Hannu Hautala/Visit Finland

Oulu, a capital desta extensa região, é conhecida como uma cidade de tecnologia e de startups. No entanto, a região tem muito mais a oferecer. A cidade de Kuusamo, por exemplo, é onde fica o resort de esqui Ruka em uma área repleta de parques nacionais e vastas regiões inexploradas . Aqui os contrastes da natureza finlandesa ficam ainda mais evidentes em suas costas planas, seus pântanos abertos e suas montanhas selvagens.

Back to top

18. Kainuu

Hyrynsalmi é famosa pelo resort de esqui Ukkohalla e pelo campeonato mundial anual de futebol de pântano.

Hyrynsalmi é famosa pelo resort de esqui Ukkohalla e pelo campeonato mundial anual de futebol de pântano.Foto: Visit Finland

Um terço das terras de Kainuu é coberto por pântanos, e os criativos habitantes da região se aproveitaram desta característica única: o campeonato mundial de futebol de pântano acontece anualmente no vilarejo de Hyrynsalmi. O beisebol finlandês também é bastante popular nesta região. Elias Lönnrot, que compilou o épico nacional finlandês Kalevala, começou sua jornada em busca dos poemas por Kainuu.

Back to top

19. Lapônia (Lappi)

Todas as renas da Lapônia são domesticadas, o que significa que a caça deste animal é terminantemente proibida.

Todas as renas da Lapônia são domesticadas, o que significa que a caça deste animal é terminantemente proibida.Foto: Mikko Ryhänen/Visit Finland

A Lapônia é a maior e a mais setentrional das regiões da Finlândia. Os lapões habitam alguns dos seus municípios. Desnecessário dizer que Papai Noel, renas, a aurora boreal e grandes extensões de vastidões intocadas caracterizam esta região singular. O ambiente é perfeito para atividades ao ar livre como as práticas de esqui, trilhas, rafting e snowmobile. Rovaniemi é a capital desta região.

Back to top

 

Por Emilia Kangasluoma, Katariina Lius e Kasperi Teittinen, dezembro de 2013