Uma ilha paradisíaca para espécies em extinção

Os visitantes do Helsinki Zoo podem ficar cara a cara com animais raros e exóticos de diversas partes do mundo.

ler artigo

Localizada na ilha rochosa de Korkeasaari, a poucos quilômetros do centro da capital da Finlândia, o Helsinque Zoo é um refúgio de esperança para animais em extinção de terras exóticas.

Parece estranho ver animais como camelos, leões, tigres e macacos expostos à neve em uma visita a Korkeasaari durante o inverno. Muitos dos moradores do zoológico de Helsinque são criaturas que normalmente se desenvolvem em regiões frias ou montanhosas, mas mesmo aqueles provenientes de climas mais quentes não parecem muito incomodados pela brisa gelada que sopra do Báltico.

Bisontes europeus nascidos em Helsinque percorrem livres hoje em dia florestas da Rússia. Mas não há planos por parte do zoológico para introduzir seus "abomináveis homens das neves" na vida selvagem.

Bisontes europeus nascidos em Helsinque percorrem livres hoje em dia florestas da Rússia. Mas não há planos por parte do zoológico para introduzir seus “abomináveis homens das neves” na vida selvagem. Foto: Arquivado em Korkeasaari / Mari Lehmonen

“O bem-estar de nossos animais é uma prioridade, e para permitir que eles se comportem de forma mais natural, é importante que eles possam passar o maior tempo possível em seus recintos ao ar livre, sempre que quiserem”-  explica Nina Trontti, chefe da unidade de cuidados com os animais de Korkeasaari. “Por esta razão, não faz muito sentido manter grandes animais africanos como elefantes ou girafas aqui. No entanto, temos camelos bactrianos da Ásia Central e macacos bérberes das montanhas da África setentrional naturalmente adaptados às condições climáticas frias. Nossos leões também lidam muito bem com o frio e é engraçado ver como os filhotes gostam de brincar na neve – igual a todas as crianças.”

A conservação da biodiversidade é outra prioridade de todos os jardins zoológicos que seguem princípios de responsabilidade hoje em dia. O Helsinki Zoo tem muito orgulho da reputação que vem construindo, sendo um parceiro de confiança para programas internacionais de zoológicos especializados em reprodução, que visam salvar animais em perigo de extinção de regiões montanhosas e nórdicas.

Felinos grandes e belos do Extremo Oriente

A própria Nina Trontti é servidora em uma comissão internacional que trabalha pela preservação do leopardo mais raro do mundo: o leopardo Amur, das florestas de terra firme da Sibéria e da NE China. “Existem apenas entre 60 e 80 leopardos Amur em vida selvagem, mas nós conseguimos produzir mais de 20 aqui em Helsinque” – diz ela.

Há apenas entre 60 e 80 leopardos Amur na vida selvagem, mas mais de 20 filhotes foram produzidos em Helsinque, como parte de um programa internacional de conservação.

Há apenas entre 60 e 80 leopardos Amur na vida selvagem, mas mais de 20 filhotes foram produzidos em Helsinque, como parte de um programa internacional de conservação.Foto: Arquivado em Korkeasaari / Suvi Tihinen

“Os filhotes nascidos aqui foram enviados para outros zoológicos que também fazem parte do programa, mas alguns deles serão relocados em breve para grandes alojamentos em um sítio construído especialmente para a sua reintrodução à região de Amur. Esperamos que os filhotes possam ser libertados para impulsionar a população selvagem .”

“Desde a década de 60, nós também conseguimos produzir mais de 100 leopardos-da-neve do Himalaia, que também são raros, aqui em Korkeasaari, através de um programa de reprodução em cativeiro de longo prazo similar – e esperamos que o nosso par de esplêndidos tigres de Amur em breve tenha filhotes também”- acrescenta ela.

O zoológico de Helsinque é um lugar perfeito para filhotes - incluindo estes, que nascem a cada verão  dos rebanhos residentes de cabras markhor, em perigo de extinção.

O zoológico de Helsinque é um lugar perfeito para filhotes – incluindo estes, que nascem a cada verão dos rebanhos residentes de cabras markhor, em perigo de extinção.Foto: Arquivado em Korkeasaari / Henrik Sundén

Os residentes do jardim zoológico favoritos de Nina Trontti são os markhors (Capra falconeri). Estas cabras da montanha com seus chifres saca-rolhas, notavelmente em espiral,  podem ser vistas pulando alegremente até as encostas rochosas íngremes com vista para o cais, onde a maioria dos visitantes de verão do zoológico chegam de barco. “Estamos satisfeitos porque nossos markhors vêm se reproduzindo a cada verão, e são uma espácie em perigo de extinsão em seu habitat selvagem no Paquistão e no Afeganistão” – diz Trontti.

“No futuro, pretendemos oferecer cada vez mais a proficiência e a sabedoria que conquistamos para ajudar  na reintrodução de animais à natureza” – acrescenta ela. A equipe do zoológico está orgulhosa, pois o bisonte e o lince europeu, nascidos e criados em Helsinque, estão hoje de volta à vida selvagem pelas florestas da Rússia e da Polônia.

Atrações locais

O Helsinki Zoo abriga também muitos animais selvagens finlandeses; incluindo ursos, wolverines, linces, lontras, corujas, alces e renas selvagens da floresta. Estes animais nórdicos atraem interesse  particularmente de visitantes de fora da Finlândia, que compõem cerca de 10% dos 500 mil visitantes que o  zoológico de Helsinque recebe anumalmente. Mas eles também são adorados por muitas crianças de  cidades finlandesas que não teriam a possibilidade de admirar essas belas e impressionantes criaturas em qualquer outro lugar.

Cerca de 1500 ursos-pardos vivem livres pelas vastas florestas finlandesas, mas Korkeasaari é o local mais fácil e seguro para se encontrar este urso finlandês super brincalhão.

Cerca de 1500 ursos-pardos vivem livres pelas vastas florestas finlandesas, mas Korkeasaari é o local mais fácil e seguro para se encontrar este urso finlandês super brincalhão.Foto: Arquivado em Korkeasaari / Mari Lehmonen

A educação também é uma parte muito importante do trabalho realizado no jardim zoológico. As instalações da nova escola natural de Korkeasaari foram inauguradas em janeiro de 2016, e multidões de estudantes ávidos em breve estarão ocupados explorando a ilha e desfrutando de tarefas criativas, especialmente concebidas para projetos temáticos relacionados aos animais.

“Acreditamos que hoje em dia há muita justificativa para a existência de zoológicos – não só pela questão da conservação, mas também para permitir às pessoas um contato emocional mais direto com os animais.” -diz Trontti. “Todos nós podemos ver imagens surpreendentes de animais selvagens nos documentários sobre natureza na internet e na TV, mas é completamente diferente poder ver de verdade um alce enorme ou um poderoso tigre!”

Um dia no zoológico

O Helsinki Zoo fica aberto também durante o inverno para que amantes dos animais e qualquer pessoa interessada possa desfrutar de um passeio revigorante em torno da agradável ilha de Korkeasaari.

O Helsinki Zoo fica aberto também durante o inverno para que amantes dos animais e qualquer pessoa interessada possa desfrutar de um passeio revigorante em torno da agradável ilha de Korkeasaari.Foto: Arquivado em Korkeasaari / Maarit Hohteri

O Helsinki Zoo está aberto à visitação durante todo o ano. No inverno, podemos chegar à bucólica ilha por uma ponte pedonal, a partir do terminal do ônibus número 16, que os visitantes podem pegar na Praça da Estação Central ou na estação de metrô de Kulosaari. Korkeasaari é um local muito mais popular durante o verão quando os barcos de transporte para o zoológico também funcionam regularmente a partir da Praça do Mercado ou da Praça de Hakaniemi (de 1º maio a 30 setembro).

Por Fran Weaver, março 2016

Links